História

A freguesia de Vila Nova da Barquinha resulta da agregação das freguesias de Moita do Norte e Vila Nova da Barquinha, no âmbito da reorganização administrativa concretizada com o ato eleitoral de Setembro de 2013.


Vila Nova da Barquinha constitui mais um local de excelentes ligações com o rio, outrora, porto fluvial importante de cuja memória restam belos edifícios do século XIX e a toponímia das suas ruas que evocam os tempos da navegabilidade do Tejo.


A actual sede do Concelho remonta ao final do século XVII chamando-se nessa altura “Barca”, embora alguns autores defendam a existência da povoação antes dessa data pois existiria no local um porto que efetuava a ligação para a margem esquerda do Tejo.
O aglomerado desenvolveu-se em função do rio Tejo, a partir dos finais do século XVIII, transformando-se num importante entreposto comercial absorvendo o negócio de madeiras, sal e azeite, que pertencia ao porto de Tancos.
Devido a essa prosperidade económica em 6 de Novembro de 1836, foi elevada a sede de Concelho, integrando a Freguesia de Barquinha e Tancos na sua jurisdição e herdando todos os seus privilégios ao mesmo tempo que era desanexada do Concelho de Atalaia.

Em Junho de 1839, um alvará de D. Maria II elevou o lugar à categoria de Vila, com o nome de Vila Nova da Barquinha, passando a integrar três Freguesias que outrora tinham sido sedes de Concelho: Atalaia, Tancos e Paio de Pelle.


Até 2012, o concelho compreendia 5 freguesias. Por força da Lei nº. 22/2012, Moita do Norte foi agregada à freguesia de Vila Nova da Barquinha.

A extinta freguesia de Moita do Norte

Mapa do concelho de Vila Nova da Barquinha

A Freguesia de Moita do Norte havia sido constituída em 1 de Fevereiro de 1988 por desanexação de uma parte da Freguesia de Atalaia.

Apesar de não ser uma povoação ribeirinha teve grande importância porque aqui residiam muitos marítimos, dada a situação geográfica sobranceira ao rio podendo-se ter assim uma perspectiva do tráfego fluvial.
Embora sejam consideráveis os vestígios arqueológicos que remontam para a Pré- História a ocupação romana, está ainda por fazer um estudo mais aprofundado sobre a ocupação humana neste concelho. No entanto, existe uma estação paleolítica em Aldeínha, Barreira Vermelha, próximo da Moita do Norte.


Na Moita regista-se a existência da Capela de Nª Sr.ª dos Remédios, e pensa-se que terá sido reedificada por volta dos princípios do século XVIII.
Foi aqui que ocorreu um dos mais trágicos acontecimentos das invasões francesas. Diz a tradição oral que os soldados franceses profanaram o local de culto tentando realizar um baile. Foram então pela força buscar as raparigas da Moita. Este ato indigno revoltou a população que procurou vingar-se dos soldados franceses movendo-lhe guerrilhas, nas quais ficou célebre o “Madrugo”.

O município é limitado a norte pelos municípios de Tomar e Abrantes, a leste por Constância, a sul pela Chamusca, a sudoeste pela Golegã, a oeste pelo Entroncamento e a noroeste por Torres Novas.

Antes e depois

Clique e arraste a bola laranja

Before After
Before After
Before After
Before After